Quanto à relação tem crase?

Quanto a Ou quanto a crase?

As duas formas podem estar corretas, dependendo da estrutura da frase. Quanto a é uma locução prepositiva que termina com a preposição a. Dependendo do termo seguinte, poderá ocorrer ou não contração com esse termo, ou seja, poderá ocorrer ou não crase: Quanto a isso, nada sei.
Em cache

Quanto a informação tem crase?

Informação, sanção e tortura, estão aí no sentido geral e não para referir-se a uma situação específica como nos exemplos abaixo, onde sim é necessária a crase: Acesso à informação do Portal de Transparência.

Quanto a questão ou quanto a questão?

Assim: “pedido a ele” / “pedido a ela” (sem crase), mas “ir ao quarto” / “ir à sala”; “menção ao autor” / “menção à autora”; “referente ao rapaz” / “referente à moça”; “quanto aoproblema” / “quanto à questão”. Importante: O à é produto de dois aa que se fundiram, na escrita como na pronúncia.

Quanto a necessidade tem crase?

Resposta verificada por especialistas. O termo "Quanto à necessidade" é craseada. Conceituamos a crase como a contração entre duas vogais iguais no qual existe o metaplasmos por supressão de fonemas. A crase acontece quando "a" com o artigo feminino "a" (s), com o pronome demonstrativo "a" se encontram na oração.

Como saber se a crase ou não?

Como regra geral, só se usa crase antes de palavras femininas. A exceção são os pronomes demonstrativos aquele e aquilo. Em alguns casos, a palavra feminina está subentendida, como ocorre normalmente com moda e maneira: salto à Luiz XV (à moda de Luiz XV) e escrita à Camões (à maneira de Camões).

Quanto a minha crase?

Haverá crase se o pronome possessivo for precedido de um artigo: Eu chamei a minha mãe. Eu disse à minha mãe que você viria. Não haverá crase se o pronome possessivo não for precedido de um artigo, estando apenas presente a preposição a: Eu chamei minha mãe.

Quanto a acessibilidade tem crase?

Resposta. Resposta: Explicação: Sim, substitui por palavra masculina que da ao então tem crase.

Quanto a solicitação ou quanto a solicitação?

A oração "Atendendo à solicitação dos professores" é corretamente grafada com crase. A ocorrência da crase na frase justifica-se por meio do encontro entre a preposição "a" e o artigo "a" referente ao termo "solicitação": > Atendendo a a solicitação dos professores. >

Quanto a moça ou quanto a moça?

Não se usa crase diante de vocábulo que exerça a função de sujeito nem diante de objeto direto: Quando se aproximava a tarde, a moça largava as roupas secando.

Quanto a venda tem crase?

Se a inteção é dizer que algo está sendo vendido, então usamos crase. Exemplo: Casa à venda. Entretanto, se a intenção é citar algo que foi vendido, não usamos crase.

Quanto a segunda tem crase?

A crase não deve ser empregada junto a numerais cardinais ou ordinais, exceto em casos especiais. Nas orações em que aparece um termo regido pela preposição "a" acompanhado de numerais, o acento grave indicativo da crase é dispensado.

Como não errar no uso da crase?

Uma das formas mais eficientes para testar se uma frase exige ou não o uso da crase é substituir o substantivo feminino por um substantivo masculino. Se utilizando um substantivo masculino temos como resultado a contração “AO” (preposição + artigo), significa que a crase é necessária com o substantivo feminino.

Onde não se usa crase?

Regras de quando NÃO usar crase

antes de palavras masculinas; antes de verbos; antes de pronomes pessoais do caso reto (eu, tu, ele, nós, vós, eles) e do caso oblíquo (me, mim, comigo, te, ti, contigo, se, si, o, lhe); antes dos pronomes demonstrativos isso, esse, este, esta, essa.

Quanto a empresa tem crase?

1. Antes de pronome possessivo com substantivo feminino no singular, já que no plural é obrigatória a crase: “Dirigiu-se à/a minha empresa.” Nota: “Dirigiu-se às minhas empresas.”

Quanto a educação tem crase?

Sim, você deve colocar a crase; e a colocaria mesmo que não houvesse o adjetivo, pelo fato de usarmos o artigo diante dos substantivos abstratos (V. Não Tropece na Língua nº 233 – SUBSTANTIVOS CONCRETOS E ABSTRATOS). Portanto: direito à liberdade, à saúde, à educação, à privacidade sexual etc.

Quanto a idade tem crase?

A crase não deve ser empregada junto a numerais cardinais ou ordinais, exceto em casos especiais. Nas orações em que aparece um termo regido pela preposição "a" acompanhado de numerais, o acento grave indicativo da crase é dispensado.

Está relacionado a ou a?

As duas formas podem estar corretas, dependendo da estrutura da frase. Em relação a é uma locução prepositiva que pede um complemento (em relação a quê?). Dependendo do termo seguinte, poderá ocorrer ou não crase, porque pode haver ou não contração da preposição a com esse termo: Em relação a isso, precisarei de ajuda.

Quando não se usa crase nas frases?

NÃO USAMOS A CRASE:

Antes de pronomes indefinidos que não admitem artigo (seguidos ou não de “s”): alguém, alguma, nenhuma, cada, certa, determinada, pouca, quanta, tal, tamanha, tanta, toda, ninguém, muita, outra, tudo, qual, qualquer, quaisquer.