Quanto custa pra comer no CTN?

Quanto custa para comer no CTN?

Os valores dos pratos principais variam entre R$ 28 e R$ 105.
Em cache

Como funciona o CTN hoje?

O CTN funciona aos sábados, domingos e feriados das 11h às 22h. No Sabadaço (evento semanal realizado aos sábados à noite), das 22h às 3h. Durante a semana, de segunda à sexta, das 11h às 16h. Para mais informações, ligue para (11) 3488-9400 ou envie um e-mail para [email protected].

Quanto custa a buchada no CTN?

Sarapatel, escondidinho, buchada de bode estão entre as opções mais pedidas do cardápio. Os preços das comidas variam a partir de R$10.

O que pode entrar no CTN?

Só é permitido acessar o interior CTN com máscara. Também como é obrigatório circular dentro do espaço com a proteção facial da forma correta. A retirada da máscara só está autorizada ao se acomodar na mesa.

Quanto custa o valor de um baião de dois?

Baião de Dois ( grande= R$ 95,00), serve até 4 pessoas – Foto de Feijão de Corda, São Paulo – Tripadvisor.

Quanto custa a cerveja no CTN?

A cerveja varia de valor em cada restaurante/quiosque, mas em média a latinha de Heineken custa R$ 13.

Qual é o valor do Baião de Dois no CTN?

Baião de Dois

A combinação culinária mais famosa do Brasil, arroz e feijão reforçada com ingredientes para você dar conta da rotina. A opção executivo vem acompanhada com carne de sol e mandioca e serve bem uma pessoa (29,90).

Que horas começa a festa junina no CTN?

Horário: aos sábados e domingos, das 11h às 19h. Local: CTN – Centro de Tradições Nordestinas.

Quais os tipos de comida nordestina?

20 comidas típicas do Nordeste para você experimentar

  • Bobó de camarão. / Comidas da região do Nordeste: Bobó de camarão. …
  • Acarajé e abará / O acarajé e abará são comidas regionais do Nordeste. …
  • Vatapá …
  • Moqueca Maranhense. …
  • Arroz de Cuxá …
  • Arroz com capote. …
  • Panelada piauiense. …
  • Sarrabulho.

Qual o valor do prato de dobradinha?

R$ 26,99 /Kg.

Quanto custa para entrar na festa junina do CTN?

A entrada é gratuita, assim como as oficinas infantis também não tem custo. Voce vai pagar apenas a consumação e as atraçoes do parque de diversões. Na Vila dos Sabores várias opções de comidas típicas, como espetinho de carne de sol com queijo coalho, cocada, pamonha, paçoca, maçã do amor e muitas outras delícias.

Que horas termina o show no CTN?

Data: de 12 junho a 1° de agosto de 2021. Horário: aos sábados e domingos, das 11h às 19h. Local: CTN – Centro de Tradições Nordestinas.

Qual a diferença de baião e baião de dois?

O nome “baião” deriva de uma dança típica, um ritmo musical que foi muito difundido por Luiz Gonzaga, que ficou conhecido nacionalmente como “O Rei do Baião”. O Baião de Dois é um prato completo, ou seja, não precisa de acompanhamento.

Por que se chama baião de 2?

Etimologia. A origem do nome "baião de dois" tem relação com o baião, dança típica do nordeste do Brasil, sendo que o numeral refere-se à combinação que é a base do prato, o arroz com feijão.

Quem é o dono do CTN?

José de Abreu

Por iniciativa de José de Abreu e sua esposa, Cristina, o CTN foi fundado com a finalidade de ampliar e complementar o funcionamento da Rádio Atual, antiga emissora de rádio dedicada à programação exclusivamente nordestina.

Que dia tem show no CTN?

Às sextas-feiras, o público pode se divertir com grandes shows de forró, arrocha, sertanejo, samba e diversos ritmos da música brasileira. Basta adquirir os ingressos pelo site da Ticket 360. Aos sábados e domingos, a entrada no CTN é gratuita.

Qual a comida mais famosa do Nordeste?

baião de dois

Por fim, o baião de dois é, talvez, a comida típica do nordeste mais conhecida, apesar de também ser bastante popular em estados da região Norte, como Rondônia, Acre, Amazonas e Pará.

Qual é o prato mais típico do Nordeste?

  • Cuscuz nordestino: simples e saboroso. …
  • O Baião de Dois nordestino no Ceará …
  • O clássico Acarajé baiano. …
  • Bolo de rolo, a sobremesa pernambucana. …
  • A tapioca é famosa no Nordeste antes da onda fitness. …
  • A Carne de Sol representa a comida paraibana.