Quanto custa um fotopolimerizador?

Quanto tempo dura um fotopolimerizador?

Como você já sabe, o fotopolimerizador é uma peça de alto valor e que tende a durar por muitos anos. Porém, alguns cuidados precisam ser tomados para que a sua durabilidade seja alta. Primeiramente, guarde o seu equipamento em local apropriado, protegido de raios solares e umidade.

O que pode substituir o fotopolimerizador?

Lâmpada LED

Os aparelhos com lâmpadas de LED são bem mais modernos e vantajosos. Isso porque, o aparelho emite apenas a luz azul, então, não precisa de filtros ópticos, como acontece com a lâmpada halógena.

Qual a diferença do fotopolimerizador Valo?

VALO oferece uma polimerização completa e uniforme em um espaço de tempo mais curto através de seu modo mais potente (Xtra Power) com apenas 3 segundos para procedimentos mais específicos, se comparado a outros fotopolimerizadores convencionais que requerem um mínimo entre 10 e 20 segundos de polimerização independente …

Para que serve o fotopolimerizador no clareamento?

Para uso em clareamento dental com peróxido de hidrogênio, a utilização do fotopolimerizador é o método mais simples e menos invasivo para tratamento de dentes descoloridos, sendo eficiente para diminuir e eliminar manchas.

Pode fazer clareamento com fotopolimerizador?

Para uso em clareamento dental com peróxido de hidrogênio, a utilização do fotopolimerizador é o método mais simples e menos invasivo para tratamento de dentes descoloridos, sendo eficiente para diminuir e eliminar manchas.

Por que a luz do fotopolimerizador e azul?

O motivo para luz ser azul é que essa coloração é a única capaz de aquecer uniformemente a estrutura molecular da resina em sua totalidade, sendo a escolha mais eficiente e eficaz. Isso traz maior resistência e durabilidade ao material fotoativado, que normalmente é a canforoquinona.

Qual luz o dentista usa?

Os equipamentos mais novos utilizam a luz de LED. Diferente da luz halógena que é uma luz branca, O LED Certamente a luz azul. Uma de suas principais vantagens é não aquecer o equipamento e por esta razão são indicados para quase todos os tratamentos dentários que necessitam da aplicação deste aparelho.

O que é a luz azul que os dentistas usam?

Principais funções do fotopolimerizador

O fotopolimerizador faz parte do rol de itens e maquinários essenciais aos dentistas. O aparelho emite uma luz azulada cuja função é reagir quimicamente, através desta luz, com a resina utilizada nos dentes, endurecendo o material para gerar fixação.

Para que serve a luz roxa do dentista?

O que é um fotopolimerizador e para que serve? Conhecido por transmitir uma luz azulada, esse aparelho tem uma importante função no dia a dia do dentista. Na prática, essa luz ativa uma substância chamada de canforoquinona, presente nos compostos de resina e em outros produtos odontológicos, endurecendo o tecido.

Para que serve aquela luz azul no dentista?

O fotopolimerizador faz parte do rol de itens e maquinários essenciais aos dentistas. O aparelho emite uma luz azulada cuja função é reagir quimicamente, através desta luz, com a resina utilizada nos dentes, endurecendo o material para gerar fixação.

Qual o valor do clareamento dental caseiro?

O clareamento caseiro, conforme explicamos, tem um valor mais acessível. Geralmente, o tratamento, que dura em média 15 dias, custa entre R$ 400,00 e R$ 700,00. Nesse valor já se inclui o kit com a moldeira e o gel utilizado para clarear os dentes.

Quantas sessões são necessárias para clarear os dentes?

O que difere neste tipo de clareamento dental é o tipo de luz utilizada — são utilizados os mesmos tipos de gel da técnica a laser. Além disso, o número de sessões necessárias aqui variam de um a quatro sessões que duram cerca de 1h30 cada uma e que devem ser realizadas no intervalo mínimo de 48 horas.

Como o fotopolimerizador agride os olhos?

Ocorre uma reação da luz com o oxigênio que causa destruição dos fotorreceptores e células epiteliais da retina. Esse processo com o passar do tempo pode levar ao que se chama de Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI). Esse mal apresenta os seguintes sintomas5: Perda progressiva da visão.

Qual a potência ideal de um fotopolimerizador?

Características mínimas. Chegados a este ponto, temos de considerar algumas especificações técnicas que devem ser cumpridas por qualquer fotopolimerizador LED que encontremos no nosso mercado e que detalhamos em seguida: Intensidade lumínica/potência: entre min. 1000 – 1600 mW/cm2 (milliwatts por cm2) ou superior.

Como saber se o dentista é bom ou não?

4 dicas de como escolher o melhor dentista para cuidar do seu…

  1. Peça recomendações. …
  2. Pesquise a reputação e a credibilidade do atendimento. …
  3. Procure conhecer a estrutura do local. …
  4. Informe-se sobre procedimentos e tecnologias oferecidos. …
  5. Plano odontológico X Atendimento particular.

Como saber se seu dentista é bom?

Como saber se um dentista é bom? 7 dicas que podem te ajudar

  1. Pesquise a reputação do profissional. …
  2. Veja se faz parte de alguma entidade de classe. …
  3. Analise a estrutura do local de atendimento. …
  4. Peça recomendações. …
  5. Analise as tecnologias usadas. …
  6. Utilize a internet como aliada. …
  7. Considere o custo-benefício.

Qual o nome da luz do fotopolimerizador?

Conhecido por transmitir uma luz azulada, esse aparelho tem uma importante função no dia a dia do dentista. Na prática, essa luz ativa uma substância chamada de canforoquinona, presente nos compostos de resina e em outros produtos odontológicos, endurecendo o tecido.

Quais são os tipos de fotopolimerizadores?

Existem quatro principais tipos de fotopolimerizadores: luz de arco de plasma (PAC), laser de argônio, luz halógena de quartzo-tungstênio e a luz emiti- da por diodo (LED), sendo que as duas últimas são as mais utilizadas no momento atual5.